“Quem não se movimenta não sente as correntes que o prendem” – Rosa Luxemburgo

Passagem rápida, quase administrativa, por aqui para lembrar os 92 anos de assassinato de Rosa Luxemburgo (15 de janeiro de 1919) uma das mais importantes socialista existentes no mundo, convenhamos que em pleno começo do século XX não era das tarefas mais fáceis entrar em polêmicas com Lênin e outras direções revolucionárias masculinas daquela época.

Mulheres como Rosa, Alexandra, Krupscaia e anteriormente a elas Flora devem ser lembradas sempre tanto pelas contribuições ímpares que fizeram para a construção do socialismo quanto pelo fato de conseguirem se impor e serem reconhecidas como importantes figuras na construção de uma sociedade socialista com contribuições não apenas para política contra o machismo, mas também contribuições importantíssimas para o pensamento político geral.

Há uma breve biografia sobre esta revolucionária alemã importantíssima aqui.

 

Facebooktwittergoogle_plustumblrmailby feather

Respond to “Quem não se movimenta não sente as correntes que o prendem” – Rosa Luxemburgo

Leave a reply

Basic HTML is allowed. Your email address will not be published.